Sem categoria

O lado bom da vida

Escrito por: Tâmara Mendes

Olá pessoas lindas que curtem esse mundo!! Tudo bem com vocês?

Hoje vim trazer pra vocês a resenha de um filme que assisti recentemente. Eu estava com meu namorado passeando na Netflix escolhendo o filme que íamos ver e um filme chamou atenção. O lado bom da vida. Nunca tinha ouvido falar antes. Lemos a sinopse e decidimos assistir.

Sinopse: ( fonte: Adoro Cinema )

Por conta de algumas atitudes erradas que deixaram as pessoas de seu trabalho assustadas, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) perdeu quase tudo na vida: sua casa, o emprego e o casamento. Depois de passar um tempo internado em um sanatório, ele acaba saindo de lá para voltar a morar com os pais. Decidido a reconstruir sua vida, ele acredita ser possível passar por cima de todos os problemas do passado recente e até reconquistar a ex-esposa. Embora seu temperamento ainda inspire cuidados, um casal amigo o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher também problemática que poderá provocar mudanças significativas em seus planos futuros.

O filme tem uma pegada meio monótona no início. Ele só começa a ficar bom de fato depois que Pat (Bradley Cooper) conhece Tiffany (Jennifer Lawrence). Todos no filme tem um jeito meio louco de lidar com as situações. O pai de Pat é viciado em apostas e acredita em superstições, Tiffany fica meio maluca depois de perder o marido em um acidente de carro e Pat tem grau elevado de bipolaridade que começou depois que pegou sua mulher o traindo no banheiro de sua própria casa com um professor amigo dele. Ele foi levado para um manicômio e após 8 meses sai e decide mudar de vida, ser o que sua mulher sempre sonhou e reconquista-la.

Nessa jornada de se tornar uma nova pessoa, Pat conhece Tiffany em um jantar na casa de um amigo. Eles cruzam olhares e após um surto dela, eles vão embora juntos. Desse dia em diante Tiffany passou a sair para correr todos os dias no mesmo horário que Pat. Ela promete o ajudar a enviar uma carta para a ex-mulher em troca de uma ajudinha dele com uma apresentação de dança.

A partir dai eles ficam cada vez mais próximos. A resenha para por aqui porque qualquer coisa que eu fale depois pode dar uma pista para o final. E não queremos isso, né? Descobri depois que esse filme é baseado em um livro de Matthew Quinck que fiquei louca pra ler. Embora eu não concorde porque o filme parece mais um drama, livro e o filme se encaixam na categoria de comédia romântica. E é uma ótima opção para assistir com as amigas ou em casal.

E é isso pessoas, espero muito que tenham gostado do post. Comentem aqui se já assistiram esse filme e o que acharam ta bom?

Um beijo, fiquem com Deus e até a próxima!

 

Sobre a autora:

Tâmara Mendes